Carta aberta de um músico a quem possa interessar

Até tu, Tulius!?

Quando pensei em escrever uma carta aberta, minha vontade inicial era a de me dirigir aos meus colegas músicos, pois conheço na pele as dificuldades que enfrentam, assim como os sentimentos que trazem consigo. Tenho estado cansado, mas não o bastante para desistir do “indesistível”.

Há muitos sentimentos, sensações e pensamentos envoltos em todo esse complexo social do fazer artístico e, mais especificamente, musical. Todos sabemos o quanto a música está presente no nosso dia-a-dia e do poder que ela tem. Através da música, muitas vidas são transformadas (pra melhor) diariamente e continuamente. Associamos a música a momentos especiais e marcantes das nossas vidas; fazemos amigos através dela, partilhamos uma música com amor da nossa vida, casamos ao som de música. Enterramos nossos pais ao som de música. Celebramos a vida, voltamos no tempo, sonhamos com o futuro. Não poderia me dirigir apenas aos meus colegas. É preciso falar de…

Ver o post original 881 mais palavras

2 comentários

Algo a dizer?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s