Uma ilha tão grande quanto uma mente pequena

Havia uma ilha. Na ilha havia um cais (que não podemos chamar de porto, embora muitos pensem que é) e alguns outros ainda menores, que nem sequer entram nessa história.
Pois bem, acontece que os habitantes da ilha, embora não sejam necessariamente náufragos e possam visitar outros territórios (mesmo ilhas ao redor), eles  tem preguiça de sair de lá e admitirem que o mundo é muito maior que a vizinhança. Tornam-se náufragos. E são carentes do que fazer, afinal, a ilha é chata e tem pouca gente vivendo nela. Quase deserta, a ilha deserta os sonhadores e vende ilusões a quem esteja disposto a pagar um preço subjetivo e quase simbólico, mas não aquém de responsabilidades: o da própria ingenuidade.
Sendo assim, muita gente se encontra naquele cais (grosseiramente travestido de grande porto seguro) para ver sempre a mesma coisa, fazer as mesmas coisas, ter as mesmas conversas, ver as mesmas pessoas fazerem as mesmas coisas. Afinal, como disse, não tem muito o que fazer na ilha.
Mas na ilha tem artistas que só “trabalham” na ilha e se lamentam do limitado ambiente em que vivem. Não fazem arte. São ao mesmo tempo o viciado que consome e a droga que se deixa consumir. Carpindo uma dor tão profunda como a de um chupão de mosquito, maldizem uns dos outros e vivem a divagar por um mundo onde seu trabalho terá valor. Todos sabem como é o vício. E permanecem na ilha. E anseiam por mudanças, embora não façam nada além das coisas de sempre e se consolem na insatisfação entorpecente que recebem. Artistas… ah, artistas… pobres mendigos que lambem o rabo dos que os desprezam.
Enquanto isso, no cais onde atracam os barquinhos que circulam ao redor, desesperados por algo que encha os olhos, sedentos por adjetivos diferentes para as trivialidades tão rasas quanto suas vidas, famintos por algo que torne a realidade que amam e detestam simultaneamente, todos gritam felizes por um segundo: “Viva! Viva essa merda!”
ilha
Anúncios

Algo a dizer?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s